Living Dead Girl - Elizabeth Scott

Posted by Kynhaa on sexta-feira, 30 de abril de 2010. Filed under:

Eu acabei de ler esse livro não faz nem 10 minutos, e ao terminar de lê-lo, confirmei uma coisa que já sabia. Elizabeth é minha escritora favorita, quero ser como ela quando eu crescer.

Sinopse:

Era uma vez, eu era uma menininha que desapareceu.

Era uma vez, o meu nome não era Alice.

Era uma vez, eu não sabia como tinha sorte.

Quando Alice tinha dez anos, Ray levou-a de sua família, seus amigos ― a sua vida. Ela aprendeu a desistir de todo o poder, para suportar toda a dor. Ela esperou que o pesadelo acabasse.

Alice agora tem quinze e Ray ainda a tem, mas ele fala mais e mais da sua morte. Ele não sabe é o que ela anseia. Ela não sabe que ele tem algo mais assustador do que a morte em mente para ela.

Esta é a história de Alice. É uma que você nunca ouviu falar, e que você nunca, jamais esquecerá.

Nota:5/5

Conheci o trabalho da Elizabeth com o livro Love You Hate You Miss You, eu já tinha lido a sinopse de Living dead girl já faz um tempo, mas só hoje tive a coragem de lê-lo.

Eu pensava que o livro seria muito pesado por abordar a pedofilia- um tema que hoje em dia é muito discutido - e confesso que eu tinha algum receio mas Elizabeth tem um forma de escrever tão especial que torna as coisas mais repugnantes de se ler em algo fluido e fácil.

Entretanto, essa não é uma história de amor. Você não irá rir em nenhum momento, na maior parte das vezes você irá se sentir impotente e mal ao lê-lo mas mesmo assim, você será incapaz de larga-lo. Porque? Por que, você irá torcer pela Alice com todas as suas forças, ficará ansiosa para chegar a ultima página e ler avidamente as ultimas linhas para encontrar um final feliz.

A vida da Alice não é fácil- ela foi retirada de casa, dilacerada do pior jeito que alguém poderia ser, ameaçada e Ray é um fdp, desculpa o palavrão mas ele é e eu não consigo encontrar um adjetivo tão desprezivo que possa se encaixar nele - eu sempre vi nos jornais histórias parecidas como a dela, e quando isso acontece eu fico enojada por um instante, fico triste por a vida de uma garotinha ter sido destruída, mas assim que termina o jornal o comercial entra em cena e logo após temos a novela, logo esquecemos do rostinho angelical que vimos no noticiário e fim. Voce esquece.

Mas essa história é diferente, apesar de não ser real, Elizabeth nos transporta para um mundo desconhecido, longe de fantasias, sonhos e sim da dura realidade - que graças a deus eu nunca passei por nada parecido - que algumas crianças sofrem, e você se sente mal por ser tão felizarda. Você diz para si mesma, é apenas um livro mas lá no fundo sabe que nesse momento há milhares de Alices lá fora.


Eu chorei quando terminei, e só de escrever essa resenha eu já estou chorando novamente, não é uma história bonita de se ler, e talvez seja por isso que eu recomendo porque como a própria sinopse diz: você nunca, jamais esquecerá.


TRÊS LIÇÕES DE VIDA:

1. Ninguém vai vê-la.
2. Ninguém vai dizer nada.
3. Ninguém vai te salvar.
Eu sei o que as histórias de Era Uma Vez dizem, mas elas mentem.
Isso é o que as histórias são, você sabe. Mentiras.
Olhe para isso, quatro lições de vida. Agora você me deve.


6 Responses to Living Dead Girl - Elizabeth Scott

  1. Bell

    Ah, parece ser tão legal. eu gosto de livros que tratam de reflexões mais profundas e se o autor sabe abordar temas polêmicos, mostrando o lado ruim de uma forma que é desagradável mas que você torce para dar tudo certo pros personagens, é melhor ainda!
    Adicionei na lista.

  2. Livia

    Adoro essa capa! Eu nao gosto de livros que conta historias reais... alguem tem q ter um super poder, voar ou coisa parecida. Mas a sua critica me deixou com uma pulguinha atras da orelha. Vamos ver.. quem sabe... =)

  3. Nayá's. xD

    Menina, que estória!
    Amei sua resenha, amei muito.
    Eu preciso desse livro. (y'
    Um beijo, Nayá.

  4. Dominique

    Pena que eu não leio em inglês, pois fiquei curiosa. Esse livro é triste mesmo? Noossa. Que vida difícil.

    Quem sabe quando sair no Brasil, eu leia?

    Bjjs.

  5. αηδψϊηћα ஐβϊττψஐ

    Kynha;

    Este foi o livro mais chocante que li... Pois é sobre uma menina de 12/15 anos e tantas coisas acontecem...aff.
    Fiquei triste só de pensar...

    Mto bom o livro.

  6. Kézia Lôbo

    NOssa me cativou, quero ler!!

Leave a Reply

Obrigada por comentar, as respostas dos comentários serão postadas aqui mesmo nessa página. Logo que possível passarei em seu blog retribuindo.